Duvidas Sarampo.










Sarampo.Tudo o que você precisa saber.


















Quais são os sintomas do sarampo.





Segundo o infectologista Crispim Cerutti Junior,os primeiros sintomas são bem semelhantes a de uma gripe forte. “Na manifestação mais plena, lembramos das pintinhas. Mas os primeiros sintomas são os sintomas catarrais, é como se a pessoa estivesse evoluindo para uma gripe forte. O nariz fica congesto e, geralmente, tem conjuntivite junto”, descreveu.









Vacina é a unica forma de prevenção





A única forma de prevenção contra a doença infecciosa é a vacina. De acordo com o Ministério da Saúde, a doença é grave, causada por um vírus que pode ser fatal. Os critérios de indicação da vacina são revisados periodicamente pelo Ministério da Saúde e levam em conta as características clínicas da doença, idade, ter adoecido por sarampo durante a vida, ocorrência de surtos, além de outros aspectos epidemiológicos.









Quem nasceu antes da década de 90 provalvelmente não se vascinou





De acordo com a coordenadora do Programa de Imunizações e Vigilância das Doenças Imunopreveníveis, Danielle Grillo, é importante ressaltar que as pessoas que nasceram antes da década de 1990 provavelmente não receberam a vacina tríplice viral.









Sarampo pode ser mais violento em bebês.





A doença pode ser mais agressiva em crianças com menos de 1 ano de idade. Apesar disto, a vacina é contraindicada para menores de 6 meses de vida — além de mulheres grávidas e pessoas com imunossupressão (redução da atividade ou eficiência do sistema imunológico) grave.









Há riscos de rubéola voltar a circular no pais





Com a confirmação de um caso de sarampo após 6 anos sem a doença no Espírito Santo, surge também a preocupação quanto a volta da rubéola — que pode ser muito grave principalmente em gestantes.









Uma pessoa pode transmitir para até 12 outras





A médica infectologista Rúbia Mossi explicou à reportagem da Rádio CBN Vitória (92,5 FM) que uma única pessoa é capaz de transmitir o sarampo para um grupo de 12 pessoas, daí a conotação de doença altamente contagiosa.









Porque quem tem mais de 49 anos não precisa ser vacinado





Após o primeiro caso de sarampo confirmado no Espírito Santo, surgiram muitas dúvidas sobre a doença. Uma delas é por que pessoas acima de 49 anos não precisam ser imunizados contra o sarampo.





Danielle Grillo afirma que, segundo a coordenadora, no passado, as pessoas acima de 50 anos tiveram sarampo ou tiveram contato com casos de sarampo, porque a doença era comum no Brasil. "Então essas pessoas têm uma imunidade natural. Em função disso, o Ministério da Saúde foca nas ações de vacinação na população de até 49 anos de idade", afirmou. 









Vírus fica até duas horas no ar





Um dado que chamou a atenção é que, de acordo com a Danielle, o vírus pode ficar no ar em um período de até duas horas. Isso acontece porque o sarampo é uma doença de alta transmissibilidade. Ele é transmitido de pessoa a pessoa, através da tosse, fala e espirro, até a própria respiração. A pessoa que tem o vírus, em um ambiente fechado, essas micropartículas ficam no ar em até duas horas, ou seja, se encontrar uma pessoa suscetível, a pessoa pode pegar o vírus.













Referencia: Gazeta Online


Olá, mundo!


Boas-vindas ao WordPress. Esse é o seu primeiro post. Edite-o ou exclua-o, e então comece a escrever!